O mercado americano pra colecionadores de HQs sempre esteve bastante aquecido. Mesmo com a bolha estourando nos anos 90, quando  várias edições  #1 eram compradas pensando numa valorização futura (E muitas acabaram encalhando devido ao excesso de exemplares no mercado).  Ainda assim colecionar raridades nos quadrinhos se mostrou algo rentável a longo prazo. Um exemplo é Action Comics # 1, a primeira aparição publicada de Superman. Em 2010, 2 cópias  foram vendidas no site de leilões de quadrinhos comicconnect.com por preços recorde. Entenda mais sobre isso nesse artigo.

Além dos quadrinhos em si, uma coisa tem sido moda entre os colecionadores e participantes de convenções: Os desenhos autografados pelos artistas. E assim como as HQs eles podem valer uma pequena fortuna no mercado futuro. E recentemente um dos artistas mais polêmicos do mercado se envolveu numa controvérsia a respeito de uma de suas artes que havia sido comercializada por terceiros.

Um fã comprou uma de suas artes e postou no Instagram e ainda marcou o artista. O problema é que era uma arte falsa.

So this is painful but necessary, and it wrecks me whenever it occurs. The Lower picture is a phony Liefeld drawing, an imitation of a drawing that was part of my 2015 sketch hunt at San Diego. Above is my original and in fact the final version had pencil shading over it. I was tagged on the imitation and I contacted the buyer and informed them it was a phony. The fact that it has been certified as legit by @pgxcomics is sickening and inappropriate as I am available on social media across several platforms. I have answered several inquiries over the years and am always able to interact to get clarity. Buyer beware and seller, get the answers necessary before marketing fake art as legit. #robliefeld #deadpool #marvel

A post shared by RobertLiefeld (@robliefeld) on

“Então, isso é doloroso, mas é necessário, e isso me destroi sempre que ocorre. A imagem mais baixa é um desenho falso de Liefeld, uma imitação de um desenho que fazia parte da minha sketch hunt (evento na Comic Con onde o artista distribuía rascunhos de seus personagens)  em San Diego 2015. Acima é minha versão original e, de fato, a versão final teve sombreamento de lápis sobre ela. Fui marcado na imitação e entrei em contato com o comprador e informei que era um falso. O fato de ter sido certificado como legítimo por @pgxcomics é revoltante e inapropriado, pois estou disponível em mídias sociais em várias plataformas. Respondi várias perguntas ao longo dos anos e sempre consigo interagir para obter clareza. Comprador cuidado e vendedor, obtenha as respostas necessárias antes de comercializar a arte falsa como legítimo. #robliefeld #deadpool #marvel”

Depois de ser corrigido em seu post no Instagram o comprador da obra falsa de Liefeld ainda o acusou de atacá-lo. Segundo relatou Liefeld em sua conta no facebook. O comprador deletou os comentários de Liefeld de seu post e mais tarde o próprio post.

Rob Liefeld não foi o único a ter obras suas falsificadas e autenticadas. John Byrne, Humberto RamosJim Lee e Scott Campbell, Todd Mcfarlane, Neal Adams entre outros também foram vítimas de falsificadores. O mais agravante é que muitas das falsificações estavam autenticadas pela PGX (Professional Grading Express ), o pessoal do site Bleedingcool entrou em contato com a PGX, e a empresa disse que estaria investigando o ocorrido.

Esboços  copiados dos artistas foram deletados de suas páginas originais. Então não pudemos exibi-los aqui.

 

 

%d blogueiros gostam disto: