AVISO: ESSA MATÉRIA CONTEM SPOILERS DE DARK NIGHTS: METAL.

A DC comics conseguiu fazer do seu novo selo editorial, Dark Nights: Metal, cheio de grandiosas surpresas, mas a maior de todas está na revista #2, em suas ultimas paginas, a chegada dos malvados Batman do Multverso Dark.

Dark Knights são versões corrompidas do Batman, a partir da dimensão sombria. Em Dark Nights: Metal #2, Scott Snyder e Greg Capullo, Batman malignos foram convocados para o DC Universe pela Corte das Corujas através de um ritual conhecido como “manto”, que foi referenciado pela primeira vez ano passado na edição #51 do Batman.

Então, quem são esses terríveis Batmen macabros?

 

The Drowned (O Submerso)

 

The Drowned parece ser a unica figura feminina entre os malignos. Ela é uma combinação malévola do Batman e o Rei dos Mares. Na capa de Batman: The Drowned #1 ressaltou-se os elementos Steampunk, combinando roupas do século XVI e XVII com acessórios retro-futuristas.

The Drowned será apresentado em seu próprio one-shot, pelo escritor Dan Abnett e pelo artista Philip Tan. Seu lançamento está previsto para 18 de outubro.
The Devastator (O Devastador)

Em circunstâncias normais, uma combinação infernal de Batman e Doomsday, o monstro Kryptoniano geneticamente modificado que matou Superman, seria o personagem mais assustador de qualquer quadrinho. No entanto, o Metal # 2 não tem apenas esse monstruoso Batman, mas também The Batman Who Laughs (  O batman que ri) e seus quatro Robins comedores de gente. Isso é difícil de vencer, mas The Devastator se aproxima.

Ele terá seu momento em Batman: The Devastator #1 escrito por Frank Tieri e do artista Tonny S. Daniel
The Murder Machine (Máquina da Morte)

Nomes como The Drowned ou The Devastator  podem ter significados ambíguos, Mas não é o caso deste aqui, o significado está bem ali, na lata: Murder Machine.

“Murder Machine vislumbra um mundo onde Alfred faleceu, então Bruce pede a Cyborg que envie sua consciência para o Protocolo Alfred”, explicou Snyder, “e a primeira coisa que o Protocolo Alfred faz quando está disponível é matar todos – isso mesmo TODOS – os vilões de Gotham. Quando os heróis tentam detê-lo, ele simplesmente os mata, e absorve o Batman para dentro de si como uma extensão.”

Batman: The Murder Machine #1, escrito por Frank Tieri e ilustrado por Riccardo Federici, está disponível para venda em 27 de setembro.

 

The Batman Who Laughs ( O Batman Que Ri)

Com certeza o mais intrigante desses sete cavaleiros das Trevas, o Batman que Ri é a combinação horrenda e tenebrosa do Batman e seu aqui-inimigo Coringa. O sorriso vermelho e sangrento, as garras afiadas, se já não fossem suficientes para nos manter acordados à noite, ele é acompanhado de quatro Robins com olhos famintos e sorrisos sangrentos assim como o seu “chefe”, e ambos são acorrentados e manuseados pelo Batman Que Ri. É muito provável que essas versões de Robins acorrentados são espelhados em Dick, Jason, Tim e Damian, que gritam “Corvo”, enquanto destroçam os membros da Corte das corujas.

O Batman Que Ri foi, na verdade, um dos primeiros elementos do selo Metal”, disse Snyder em uma entrevista para o site CBR, acrescentando que a criatura é “Bruce perguntando: ‘E se eu matar o Coringa e descobrir que ele tinha um toxina em seu coração que essencialmente fez quem mata-lo o próximo coringa, e é por isso que ele sempre tentou fazer com que Batman o matasse?. É uma das histórias mais sombrias que podemos fazer, oq eu acontece então, o que acontece com a família?”

tudo isso será visto no one-shot de Batman: The Batman Who Laughs, que será escrito por James Tynion IV e desenhado por Riley Rossmo, e lançamento previsto para 15 de novembro.

O Batman que ri aparece simultaneamente no Metal # 2 e nos Teen Titans # 12 na  primeira parte do crossover “Gotham Resistance

The Merciless (O impiedoso)

O Impiedoso não teve muitas descrições sobre o nível de maldade. Ele é a combinação de Batman e Mulher-Maravilha, ele não tem nenhum amor pelos Olímpicos ou por qualquer outro.

Batman: The Merciless #1, é escrito por Peter J. Tomasi e ilustrado por Francis Manapul, a revista chega em 25 de outubro.
The Red Death (A Morte Vermelha)

Talvez o mais facilmente identificável, devido às asas em sua máscara, The Red Death reúne Batman e The Flash em uma figura em movimento rápido. Se o traje e os efeitos do relâmpago da Speed Force não são suficientes para uma dica, então há os céus vermelhos no estilo de crise nas Infinitas terras, na prévia do seu one-shot.

De acordo com Snyder, A Morte Vermelha é efetivamente Batman perguntando: “E se houvesse uma catástrofe em Gotham que eu não for rápido o suficiente para parar? e começou a experimentar a Speed Force e tudo foi para o inferno”.

O velocista das trevas com com seu próprio one-shot em 20 de setembro em Batman: The Red Death #1, escrito por Joshua Williamson e desenhado por Carmine Di Giandomenico.
The Dawnbreaker (Crepúsculo?)


Em 1994 na história de Elseword em Batman: In Darkest Night somos apresentados para um universo alternativo no qual um adulto Bruce Wayne é escolhido pelo anel de poder de Abin Sur e lança sua carreira  criminosa como uma Lanterna Verde. Mas no Dark Multiverse, um jovem Bruce enfurecido é presenteado com o anel momentos após o assassinato de seus pais, e direciona o poder sobre Joe Chill, incinerando-o. Não é exatamente uma história edificante de heroísmo.

Batman: The Dawnbreaker # 1, do escritor Sam Humphries e do artista Ethan Van Sciver, aterrissa no dia 4 de outubro.

Estão preparados para o novo e sombrio selo da DC Comics?

Fonte: CBR

%d blogueiros gostam disto: