A editora assistente da linha X-Men da Marvel Comics, Christina Harrington, criticou nesse fim de semana os abusos cometidos por “nerds” numa série de posts em sua conta no Twitter.

 

“Estive pensando nisso por um tempo, muito antes daquela foto do milkshake ser transformada no que se transformou. Honestamente, tive medo dos abusadores inundarem minhas menções (do twitter) novamente e então fiquei quieta.

E aqui está a coisa: recebi algo em torno de 10% do assédio que outros, especialmente mulheres trans e mulheres negras, recebem aqui. Fiquei quieta porque tive medo. Mas ainda assim, acredito no que estou prestes a dizer no meu íntimo:

Precisamos parar de chamá-los trolls. Os homens que atacam mulheres aqui – aqueles dentro e fora dos quadrinhos – são assediadores em série, abusadores e perseguidores.

Quando chamamos os abusadores de trolls, nos inclinamos para o vocabulário que eles usam para si mesmos. Nós os tiramos da seriedade do que estão fazendo, e nós lhes damos mais poder para continuar fazendo isto.

“Troll” implica que eles estão brincando, que eles nunca quiseram dizer isso, fazem parte de uma cultura da internet maior que finge que o abuso on-line não é real. É real. Liguem para o que eles são. “Harrasers”. Abusadores. Sexistas. Racistas. Homofóbicos.

Se alguém mais experiente do que eu já falou sobre isso on-line, indique-me. Não quero passar por cima de ninguém, mas acredito nas mulheres que apoiam as mulheres através de palavras e ações e não posso mais ficar quieta. Faça meu milkshake.

Uma última coisa: caras de quadrinhos, precisamos que vocês falem contra o assédio na comunidade de quadrinhos. Ampliem o assunto e ajude-nos.”

Christina Harrington

Sobre a ‘foto do Milkshake‘, Christina se refere a foto postada no Twitter de sua colega também editora da Marvel, Heather Antos onde ela e demais funcionárias da empresa tomam um Milkshake no horário de folga. O que gerou alguns comentários desagradáveis de internautas.

Comentários como:

“Isso explica  a ‘qualidade’ do trabalho da Marvel ultimamente”

“Podemos nos livrar de todo o feminismo e justiça social e apenas imprimir quadrinhos?”

“Parecem um bando de SJW pra mim”

Outro tweetou: “Eu realmente agarraria a garota na frente”, o que levou alguém a responder: “É melhor que ela assine um formulário de consentimento, ela parece ser o tipo  ‘faz falsas acusações’ (De estupro).

Apesar das ofensas Heather recebeu bastante apoio, inclusive da editora concorrente da Marvel.

Esse não é um caso isolado. Não muito tempo atrás a atriz de ‘As caça fantasmas” foi agressivamente atacada em sua conta no twitter:

Atualizado: Leslie Jones abandona Twitter após ataques racistas

 

Fonte: Twitter

 

 

 

 

 

 

 

 

 

%d blogueiros gostam disto: