No mesmo dia em que perdemos o Rei do Rock, Chuck Berry, também nos deixou o talentoso artista Bernie Wrightson, Famoso por entre outras coisas ter criado o icônico personagem Monstro do Pantano. A notícia foi dada por sua esposa em sua conta no Twitter:

“Aqui é Liz Wrightson, a esposa de Bernie. Por favor, leia a notícia aqui: http://www.berniewrightson.com”

“Fui informada que o site de Bernie caiu. Você pode ver minha página ou a de Bernie no facebook. :(”

(A página pode ter caído devido a milhares de acessos dos fãs, não sei)

Wrightson nasceu em Dundalk, Maryland em 27 de outubro de 1948

Ele recebeu treinamento em arte de assististindo Jon Gnagy na televisão, lendo quadrinhos, particularmente os da EC, bem como através de um curso por correspondência da Escola Famous Artists. Suas influências artísticas iniciais (e duradouras) foram Frank Frazetta e Graham Ingels. Ele publicou um pedaço de arte de fã, contendo uma lápide com a inscrição “Berni Wrightson, 15 de dezembro de 1965”, na página 33 de Creepy # 9 de Warren Publishing (Capa de Junho 1966).

Em 1966, Wrightson começou a trabalhar para o jornal The Baltimore Sun como ilustrador. No ano seguinte, depois de conhecer o artista Frank Frazetta em uma convenção de quadrinhos em Nova York, ele foi inspirado a produzir suas próprias histórias. Em 1968, ele mostrou cópias de sua arte seqüencial para Dick Giordano editor da DC Comics  e recebeu um trabalho como  freelance.  Wrightson começou a soletrar seu nome “Berni” em seu trabalho profissional para distinguir-se de um mergulhador olímpico chamado Bernie Wrightson,  mas mais tarde restaurou o final “e” para seu nome.

Em 1968, ele desenhou sua primeira história em quadrinhos profissional, “O Homem que se assassinou“, que apareceu em House of Mystery nº 179 (março-abril de 1969). Ele continuou a trabalhar em uma variedade de  títulos para DC e, alguns anos mais tarde, sua principal rival, Marvel Comics. Foi em Chamber of Darkness and Tower of Shadows, onde ele foi encorajado a simplificar um pouco seu intrincado desenho de caneta e tinta, e onde sua exuberante pincelada, uma marca registrada de sua história em quadrinhos nos anos 70, foi primeiramente evidenciada.

Com o escritor Len Wein, Wrightson co-criou  o personagem Swamp Thing  (monstro do Pantano) em House of Secrets nº. 92 (julho de 1971) em uma história de horror autônoma ambientada na era vitoriana. Wein mais tarde contou como Wrightson se envolveu com a história: “Bernie Wrightson acabara de terminar com uma namorada, e estávamos sentados no carro falando sobre a vida – todas as coisas importantes a fazer quando você tem 19 e 20 anos. [Risos] E eu disse: ‘Você sabe, eu só escrevi uma história que realmente se sente como o que você está sentindo agora.’ Eu disse a ele sobre o Monstro do Pântano, e ele disse, ‘Eu tenho que desenhar isso.’ ”

 

Em 30 de Janeiro de 2017 Bernie e a Esposa anunciaram em sua página do  Facebook que ele estaria se aposentando pra cuidar da saúde.

Descanse em paz, Bernie. Você será lembrado :'(

 

%d blogueiros gostam disto: