Benjamin Percy, mais conhecido por Wolverine: A Longa Noite no mundo dos quadrinhos, será um dos escritores de uma das novas fases dos X-Men, a X-Force. Que já tem seu nome bastante relevante entre os fãs dos mutantes e em entrevista para a Marvel e para a AiPT! (Adventures in Poor Taste), ele conta um pouco de como será essa nova fase e sobre a dinâmica da equipe. Nós então compilamos tudo e em uma única matéria pra você, confira:

 

Qual é a sua história favorita dos X-Men de todos os tempos?

BENJAMIN PERCY: Essa não é uma escolha fácil – “A Saga da Fênix Negra”? “Dias de um Futuro Esquecido”? “E de Extinção”? – então, eu vou trapacear e dizer a coleção de Uncanny X-Men – que começa com “Segunda Genêse” – é a HQ que eu considero a Bíblia X.

X-Force é um nome com alguns dos principais legados da Marvel. Isso é um retorno – ou algo totalmente novo e diferente?

PERCY: Eu tenho lido os X-Men – e X-Force – desde criança, então estou muito ciente do seu legado e quero honrar isso. Mas, ei, quem está interessado em um projeto de reciclagem ou em uma turnê de nostalgia? O espírito desse reboot – a fundação que Jonathan Hickman construiu – exige originalidade. É verdadeiramente um novo começo, um novo amanhecer para os mutantes. A mudança de paradigma é dramática e severa, e muito foda. Pense nisso como Lei e Ordem. Ou talvez a CIA e a Delta Force. Portanto, há uma unidade de inteligência e uma unidade de campo. Cada uma tem um líder – sendo Fera e Wolverine, respectivamente. E não, eles nem sempre concordam com o melhor plano de ação. O papel dos mutantes no mundo mudou de maneira muito grande, de modo que uma equipe sombria como a X-Force é mais necessária do que nunca. Operações negáveis ​​são o novo normal.

Quem mais devemos esperar ver na HQ?

PERCY: Juntando-se a Logan no trabalho sujo: Domino e Quetin Quire. Fera está trabalhando com Sage e Jean (que às vezes irá a campo). E depois há Colossus. Não posso dizer nada sobre o papel dele… ainda não… mas há algumas coisas chocantes pela frente.

E agora, sem dizer muito, qual personagem X você está tendo atualmente mais diversão ao escrever?

PERCY: Outra escolha difícil. E um desafio difícil, já que não devo revelar nada. Black Tom Cassidy tem sido uma explosão, porque o novo papel que ele assumiu (ssshhh) fritou seus nervos e o deixou um pouco neurótico. Quentin Quire é um imbecil extremamente confiante, que é uma explosão de diversão em um ambiente de grupo, porque é extremamente valioso como recurso, mas severamente desagradável como pessoa. A Domino tem um arco realmente interessante nas cinco primeiras edições como agente secreto em busca de vingança. Eu poderia continuar.

Por que os fãs de X-Men e os não fãs devem dar uma chance à sua nova série Dawn of X?

PERCY: Porque Joshua Cassara e Dean White vão fazer você se molhar de prazer – a arte deles é tão tremenda em sua encenação, textura e energia. Até Jonathan Hickman – que não é conhecido por ser particularmente demonstrativo ou lisonjeiro – é como: “Droga. Essa arte é incrível.” Ele pode até ter usado um ponto de exclamação em um ponto, mas não tenho certeza.

E porque estou colocando todo o meu coração, músculos e inteligência em cada questão, tentando criar um equilíbrio entre ressonância emocional e caos incrível. Os leitores devem saber que essa não é sua configuração padrão do X-Force. O esquadrão das operações negras agora é uma espécie de CIA para a nação mutante, por isso estamos tratando-o como um procedimento – com uma unidade de inteligência e um esquadrão de trabalho sujo. Isso cria algumas situações moralmente complicadas, um trabalho investigativo inteligente e batalhas monstruosas.

E porque este é um esforço de equipe. Somos todos – as equipes editoriais e criativas das HQs – contando histórias individuais que também são uma história, uma narrativa coletiva. Você lerá algo na primeira edição do X-Force, por exemplo, que se espalhará por todos os títulos.

Por fim, conte sobre o seu artista – e o que você mal pode esperar para vê-los desenhar.

PERCY: Joshua Cassara pode desenhar como um monstro. Eu gostaria de poder compartilhar a cena em que [REDIGIDO] faz [REDIGIDO] ou [REDIGIDO] fica [REDIGIDO]. Mas eu não posso – você vai ter que esperar!

OK, pergunta final: trabalhar em uma história em quadrinhos dos X-Men é algo que muitos dos maiores escritores e artistas de quadrinhos fizeram. O que trabalhar no Universo X-Men – com esses personagens icônicos – significa para você?

PERCY: Eu sei que é brega e clichê dizer que isso é um sonho tornado realidade, mas, ei, também é verdade. Sou grato por ser o guardião desses personagens herdados e espero deixar uma marca memorável, com presas e sangrenta, na franquia.

A primeira edição de X-Force será lançada em Outubro!